Feature Extraction - FX
   
   
   
   
   
   

 

 

   
 

Classificação de imagens orientada a objetos com ENVI FX

 

  As tradicionais técnicas de classificação do sensoriamento remoto são baseadas somente na estatística espectral dos pixeis. Esta técnica funciona bem com dados multiespectrais de maior variância, mas encontra dificuldade quando aplicada sobre imagens pancromáticas ou multiespectrais de alta correlação espectral.

 

  Para a execução da classificação sobre esses tipos de imagens, é conveniente a adoção de um método mais robusto, classificação de imagens orientada a objetos. Para estas aplicações o ENVI 5 possui o módulo ENVI FX, que possibilite a inclusão de informações adicionais a partir da segmentação dos objetos de interesse para a classificação e extração das informações em seus dados.

 

 

ENVI Feature Extraction - FX

 

  O ENVI FX possibilita extrair informações e classificar imagens com base nas características espaciais, espectrais e de textura. Você pode extrair características múltiplas como veículos, edifícios, estradas, pontes, rios, lagos, e campos de maneira simples e rápida. Além disso, o ENVI FX foi projetado para trabalhar sobre qualquer tipo de imagem utilizando-se de um passo-a-passo de fácil utilização, permitindo que você passe menos tempo processando e mais tempo interpretando os resultados.

 

 

Processamento Passo-a-passo

 

  O passo-a-passo do ENVI FX é um processo combinado de segmentação da imagem por regiões de pixeis, de computação de atributos para que cada região crie objetos, e de classificação dos objetos ( baseada em regras ou por seleção de exemplos) para extrair as classes de interesse. O passo-a-passo permite que você avance ou retorne às etapas precedentes para reconfigurar os parâmetros de processamento.

Seleção de Arquivos

 

  O ENVI FX possui suporte a uma grande variedade de sensores ópticos e de Radar, sejam orbitais ou aerotransportados. Para entrar com uma imagem, utilize os diretórios locais, imagens da web, além de arquivos abertos em Geodatabases ou na própria interface ArcGIS®. Ao entrar com a sua imagem, o ENVI FX permite que você defina recortes espacias e espectrais para otimizar o seu processamento extraindo as informações apenas das áreas desejadas. Através da customização das bandas de entrada, é possível definir também uma razão de bandas para ser utilizada como atributos no processo de classificação.

 

 

  Com ENVI FX você pode entrar com dados auxiliares, tais como modelos digitais de elevação (DEM), dados LiDAR, arquivos de classificação. Estes dados podem ser utilizados no processo de segmentação ou para adicionar mais atributos ao segmentos gerados.

 

 

Segmentação e Merge


  A Segmentação é um processo de particionamento de uma imagem em segmentos, esta segmentação ocorre através do agrupamento de pixeis vizinhos que contenham similaridade em suas feições (brilho, textura, cor, etc.). Estes segmentos tendem a representar objetos reais.

 

  O ENVI FX possui dois algorítimos para executar a segmentação: “edge” e “intensity”. Conforme o valor definido pelo usuário através da escala de segmentação, o algorítimo suprime as borda dos segmentos mais “fracos”, criando um resultado que pode variar entre segmentos mais suaves ou mais robustos.


  A etapa de merge dos segmentos é utilizada para agregar segmentos pequenos em regiões maiores. É útil em locais onde a segmentação pode apresentar muitos problemas, tais como, árvores, nuvens ou campos.

  Com o ENVI FX você possui duas possibilidades de extrair suas feições de interese: através da seleção de exemplos ou da geração de um conjunto de regras. A classificação por seleção de exemplo, consiste em objetos que você seleciona como sendo as amostras representativas das feições de interesse. A geração de regras é essencialmente baseada no reconhecimento humano e de raciocínio sobre tipos específicos de características. Você pode definir uma regra com uma ou mais atributos, e pode definir mais de uma regra para a classificação. Cada uma destas regras será composta por um ou mais atributos definido interativamente pelo usuário.

 

 

  Quando você estiver satisfeito com o resultado da classificação você poderá optar por exportar as feições extraídas para um arquivos vetoriais no formato shapefile ou diretamente para um Geodatabase, ou para imagens raster. o ENVI FX permite ainda que você exporte seus resultados na forma de relatório do processamento.

 

  Através do Portal Preview você pode analisar os resultados previamente, sem a necessidade de executar todo o processamento. Dessa forma, é possível analisar o comportamento dos parâmetros selecionados sobre a imagem, conforme as alterações executadas o Portal Preview altera o resultado automaticamente.